CIRO DEFENDE TASSO PARA A PRESIDÊNCIA DO SENADO

O candidato derrotado a presidente pelo PDT, Ciro Gomes, defendeu a eleição de Tasso Jereissati (PSDB) para presidir o Senado. "É bom para o Senado, o Brasil e o Ceará", afirmou, nesta terça-feira, 1º, na Assembleia Legislativa, durante a cerimônia de posse de Camilo Santana (PT) no segundo mandato de governador.

(Foto: Mateus Dantas/O POVO)


O senador do PSDB tem se articulado para disputar o cargo. Inclusive, tem interlocução com representantes do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Tasso e Ciro foram aliados durante décadas, mas se afastaram em 2010. Desde as últimas eleições, tem havido reaproximação.

Ciro também falou sobre o que espera do mandato de Cid Gomes (PDT) como senador. Ressaltou que Brasília "nesses últimos tempos está muito corrompida". Mas, apostou no talento do irmão. "Ele muito rapidamente vai compreender essa manhas e vai brilhar fazer um mandado extraordinário".

Segurança

Ciro defendeu também a decisão de Camilo Santana de manter André Costa na Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), apesar dos índices de homicídios do Estado. Ele ressaltou que o trabalho contra a violência "exige pertinência, persistência, confiança, solidez, porque todo dia tem um evento que destrói a imagem do trabalho que está sendo feito. Se você não persistir no trabalho, você acaba errando mais do que acertando". 

Com informações de Carlos Mazza

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.