COM OBRIGAÇÃO DE VENCER, CEARÁ RECEBE O LANTERNA PARANÁ NO CASTELÃO

Em um campeonato de pontos corridos, existem jogos nos quais vitórias são obrigatórias para a conquista ou aproximação de um objetivo. E para o Ceará, por mais que cada partida do returno seja decisiva para a equipe na luta pela permanência, o jogo contra o Paraná no Castelão, hoje, às 20 horas (de Fortaleza), pela 36ª rodada é daqueles que só a vitória interessa. 


Até em grandes vitórias da equipe de Lisca na Série A, contra Sport, Fluminense, Corinthians, Vitória, Chapecoense e Atlético/MG, a equipe alvinegra estava sempre abaixo de seus adversários na tabela e os batendo com muita entrega e disposição tática, o contexto destes duelos não indicava um peso, um favoritismo para o Alvinegro.

Mas diante do último colocado e já rebaixado time de Curitiba, o Ceará precisará, como poucas vezes se viu na Série A, exercer seu favoritismo e buscar uma vitória obrigatória para suas pretensões no Brasileirão. Após o jogo com o time paranista, o Ceará enfrentará o Atlético/PR (fora, no domingo às 16 horas) e o Vasco (no Castelão, no dia 2 de dezembro, também às 16 horas). Se conquistar os 3 pontos diante do Paraná, o Vozão, hoje 14º na classificação e com 39 pontos, chegará aos 42, encaminhando sua permanência na elite.

Decisão

Com todo caráter de decisão que se tornou o jogo para o Ceará, a torcida alvinegra chegou junto e lotará o Castelão para empurrar a equipe em busca da vitória. Até ontem 28.619 ingressos haviam sido vendidos, garantia de grande público com o acréscimo dos sócios-torcedores.

O técnico do Ceará, Lisca, destacou a importância de ter a torcida ao lado da equipe na campanha de recuperação no Brasileirão. “A torcida do Ceará tem mostrado para o Brasil seu apoio incondicional ao clube. Esperamos que tenhamos uma grande noite, que a equipe do Ceará faça por merecer a vitória contra o Paraná. Esse apoio tem sido essencial para nós”, disse o treinador.

Para o duelo, Lisca confirmou os retornos do volante Edinho e do atacante Arthur, que não iniciaram a partida com o Fluminense. Sem Richardson, Juninho deve ser mantido pela boa partida que fez diante dos cariocas.

O treinador do Vovô advertiu sobre o adversário, que após ter sido rebaixado matematicamente, venceu o América/MG e empatou com o líder Palmeiras, ambos fora de casa. “O Paraná joga sem peso, pois já definiu sua situação. É um time bem treinador pelo Dado Cavalcanti e precisaremos ser muito precisos para superá-los”, enfatizou Lisca.

Ficha Técnica

Local: Castelão, Fortaleza (CE)
Data-hora: 22/11/2018, 20 h (horário de Fortaleza)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (FIFA-SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (FIFA-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (CBF-SP)

CEARÁ: Éverson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio, Felipe Jonatan; Juninho, Edinho, Ricardinho; Leandro Carvalho, Arthur e Calyson. Técnico: Lisca.


PARANÁ: Richard; Wesley Dias, Jesiel, René Santos e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana e Alesson; Juninho, Andrey e Rafael Grampola. Técnico: Dado Cavalcanti.

DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.