TRÊS CEARENSES CONQUISTAM OURO NA OLIMPÍADA LATINO-AMERICANA DE ASTRONOMIA

Três estudantes do Ceará foram medalha de ouro na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia, realizada no Paraguai. A equipe brasileira ficou em primeiro lugar geral, com quatro de ouro e uma de prata. 


Caio Nascimento Balreira, 17, Katarine Emanuela Klitzke, 17, e Vinícius Rodrigues de Freitas, 18, são naturais de Fortaleza. 

Além da medalha de ouro, Caio conquistou o prêmio de melhor prova observacional. A prova testa os conhecimentos das constelações, localização de objetos celestes e manuseio de telescópios. O jovem também ganhou o prêmio de melhor prova teórica em grupo.

Já Katarine levou a medalha de ouro e de melhor prova de foguetes. Na olimpíada, os alunos têm que construir foguetes de garrafas PET impulsionados a água pressurizada. Ganha o foguete que voar mais longe. Em agosto, em entrevista ao O POVO Online, a jovem contou que estudava entre 12 horas e 14 horas por dia, pensando na competição. Ainda declarou que, no início, não esperava compor a equipe brasileira. “Mas conforme fui estudando criei expectativas para chegar onde cheguei”, afirmou.

Os líderes da equipe foram os professores João Batista Garcia Canalle (Uerj) e Júlio César Klafke (Unip), que integram a comissão organizadora da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).

O Brasil é o maior medalhista da história da competição, com a marca de 30 medalhas de ouro, 16 de prata e 4 de bronze.

O POVO

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.