ACUSADO DE MATAR 2 LÍDERES DO PCC É LIBERADO POR CONTA DA LEI ELEITORAL

Acusado de ter sido um dos responsáveis pelo assassinato de dois líderes do PCC, André Luis da Costa Lopes se entregou na tarde da última quinta-feira, 25, à Polícia Civil de São Paulo, acompanhado de seus advogados. No entanto, por conta da lei eleitoral, André Luis foi liberado depois de prestar depoimento.


O artigo 236 do Código Eleitoral, Lei 4737/65, determina que "nenhuma autoridade poderá, desde 5 (cinco) dias antes e até 48 (quarenta e oito) horas depois do encerramento da eleição, prender ou deter qualquer eleitor, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto".

André Luis, então, foi ouvido pela Polícia Civil e liberado em seguida.

O POVO

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.