JUSTIÇA NEGA PEDIDO DE REVOGAÇÃO DA PRISÃO DE PILOTO DO PCC

Colegiado de magistrados da Comarca de Aquiraz negou o pedido de revogação de prisão preventiva do piloto Felipe Ramos Morais, 31. Ele é réu no processo que apura as execuções de Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Sousa, o Paca, ex-integrantes da cúpula nacional do Primeiro Comando da Capital (PCC). Ambos foram mortos em 15 de fevereiro deste ano, em Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).


O relaxamento da prisão foi indeferido na última quinta-feira, 6, mas a decisão foi publicada somente nesta segunda, 10. A defesa do réu alegou “inexistência dos requisitos necessários para decretação de prisão preventiva”. O argumento, contudo, não convenceu aos juízes, nem o Ministério Público do Ceará (MPCE), que opinou pela recusa da demanda.

“Há indícios veementes de que o suplicante teve participação na execução dos crimes, esteve no local e, no mínimo, presenciou as execuções das vítimas. Logo, ao contrário do que assevera o suplicante, o decreto prisional preventivo se encontra devidamente motivado”, diz o texto da decisão.

O POVO

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.