IDOSO É ENCONTRADO MORTO COM SINAIS DE TORTURA EM FORTALEZA; 2 MULHERES CONFESSAM CRIME

José Airton Farias de Oliveira, de 64 anos, foi encontrado morto em sua casa na manhã desta segunda-feira, 24, no bairro Joaquim Távora, na Capital. Segundo a Secretária de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nos pulsos e pernas do idoso foram encontradas marcas que demonstravam que o homem foi amarrado. Além disso, o local tinha materiais que “aparentemente” foram utilizados para amordaçá-lo.


O crime ocorreu na rua Padre Valdevino. Um dos auxiliares responsáveis pelos cuidados do idoso chamou a Polícia Militar (PM), pois há alguns dias não conseguia contato com os moradores da residência. Ao chegar no local, os profissionais da segurança olharam por cima do muro e visualizaram o corpo caído ao chão. 

De acordo com a Perícia Forense, há indícios que o idoso tenha morrido entre a noite de domingo, 23, e a manhã desta segunda-feira, 24. Liliana Mesquita de Paiva, 46 e Lucivanda Mesquita de Paiva, 50, ambas sem antecedentes criminais, abriram a porta permitindo a entrada dos policiais. Segundo a Polícia, as duas confessaram a autoria do crime.

Segundo a PM, as suspeitas afirmaram que a situação flagrada pela equipe no imóvel havia começado na sexta-feira, 21. Ainda na residência, foi encontrada uma idosa que estava sem se alimentar há três dias. A vítima foi atendida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

As acusadas foram conduzidas à sede da Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde um inquérito policial por homicídio e cárcere privado foi realizado.

O POVO

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.