JORNALISTA FRANCISCO GOMES SEGUNDO MORRE EM FORTALEZA

Faleceu nessa segunda-feira, 27, o jornalista Francisco Gomes Segundo, vítima de um infarto. O profissional, filiado ao Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce) desde 1970, foi revisor no jornal O POVO por 21 anos, função que exerceu também por 15 anos no Diário do Nordeste. Ele trabalhou ainda por 10 anos na Imprensa Oficial do Estado do Ceará.


Segunda a filha dele, Etilene, Segundo também foi revisor de dezenas de livros de advogados e padres, tendo inclusive revisado a biografia de José Dias Macêdo, empresário fundador da J. Macêdo.

"Meu pai teve o prazer de trabalhar como revisor por 21 anos no jornal O POVO. Quando criança, ele me levava para a redação aos domingos. Ele começou no O POVO antes mesmo de ser na Aguanambi", lembrou Etilene. Com carinho, ela também descreveu o pai como poeta e apreciador de boa música.

Etilene conta que o pai, que é do interior de Russas, no Ceará, já recebeu comendas na cidade, o que é motivo de orgulho para ela.

Francisco Gomes Segundo já enfrentava problemas com a saúde. Portador de diabetes, a filha relata que ele não se alimentava corretamente e começou a reclamar de problemas na visão nos últimos dois dias. "Enquanto ficou só por alguns minutos no quarto, devido à pressão, ele teve um infarto fulminante. Chegou a ser levado ao hospital, mas já em óbito". O velório aconteceu na casa da família na tarde desta terça-feira, 28, e o enterro aconteceu no Cemitério Jardim do Éden.

O POVO

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.