ALUNA FOI EXPULSA DE SALA DE AULA POR USAR CELULAR E NÃO POR APOIAR BOLSONARO

Uma página de apoio a Jair Bolsonaro no Facebook compartilhou em 6 de agosto um vídeo que mostra, supostamente, uma jovem sendo expulsa da sala de aula por seu professor por usar uma camiseta do candidato do PSL.


Do momento de sua publicação até a noite do dia 6, a postagem já tinha 19 mil interações segundo a contagem pública do Facebook, e tinha uma performance 10 vezes maior do que a média da página, conforme o monitoramento do CrowdTangle, uma ferramenta de análise de redes sociais.

O conteúdo compartilhado é um vídeo de outra página pró-Bolsonaro, alegadamente baseada em Pirapora do Bom Jesus (SP), que por sua vez teve mais de 800 mil visualizações desde que foi publicado, em abril de 2018.

O texto que introduz o conteúdo afirma categoricamente que "professor de história grita e expulsa aluno por este usar a camisa do Bolsonaro em sala de aula". Na realidade, o vídeo não tem qualquer relação com a campanha presidencial ou com Bolsonaro.

O vídeo em questão foi gravado no dia 23 de fevereiro de 2015, na Escola Estadual de Ensino Médio Dr. Silva Mello, no bairro Parque da Areia Preta, em Guarapari (ES). O professor, exaltado, pediu que a aluna tirasse "essa merda daqui". No mesmo dia, o vídeo foi compartilhado na página do Facebook “ES em Foco” e tornou-se um viral no WhatsApp. Em entrevista ao jornal Gazeta Online, à época, a aluna e o professor confirmaram que a confusão foi motivada pelo uso do celular.

O caso rendeu a cobertura jornalística de alguns veículos, como Gazeta Online e G1. A versão recentemente viralizada utilizou 37 segundos de uma matéria de um telejornal do Espírito Santo, que contava a história, mas suprimiu a explicação do celular.

O que é o Comprova

O Comprova é um projeto de jornalismo colaborativo, que envolve 24 veículos de imprensa de todo o País,com o objetivo de combater a desinformação durante o período eleitoral. Informações falsas que estejam viralizando nas redes sociais serão checadas pelos jornalistas participantes e publicadas no site projetocomprova.com.br. Para denunciar boatos, envie mensagem para o WhatsApp (11) 97795-2200.

O POVO

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.