SOCORRISTA DO SAMU DEMITIDO APÓS SELFIE DIZ QUE QUERIA MOSTRAR TRABALHO DA EQUIPE

Socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que fez selfie durante atendimento foi demitido nesta segunda-feira, 11. A foto foi feita no dia 8 de maio, em Alto Santo, município distante 241 quilômetros de Fortaleza.


Manoel Ferreira Gomes, 39, que era funcionário terceirizado do Samu, fez o registro durante socorro a vítima de acidente automobilístico. O procedimento era feito por profissionais da Unidade de Suporte Avançado (USA), já no hospital local. O POVO Online informou à época que se tratava de reanimação da vítima após parada cardiorrespiratória.

O ex-socorrista procurou O POVO Online nesta terça-feira, 12, para relatar sua versão do caso. Manoel frisou que o paciente não mais estava em seus cuidados, mas sim dos colegas da USA.

"A vítima nem foi identificada, o rosto dele não apareceu. Ele, que estava acompanhado do irmão, já estava no hospital, quando a foto foi feita. Eu só estava auxiliando", conta.

Manoel refutou também a informação sobre a parada cardiorrespiratória. "A vítima estava sendo entubada e não reanimada. Foi tudo distorcido. Meu interesse era mostrar o trabalho da equipe e não expor o paciente. Agora eu sei que é errado, mas isso não passou pela minha imaginação, no momento".

Ainda em maio, o Samu repudiou o registro e a veiculação de qualquer imagem que permita a identificação do paciente e que possa atrapalhar o socorro prestado pelos profissionais.

Após apuração interna, a empresa terceirizada Servnac, que presta serviços ao Samu, demitiu Manoel por justa causa. Ele lamentou a foto e diz ter se arrependido do registro. "Era meu sonho ser do Samu. Só Deus sabe quantas noites de sono eu perdi depois dessa maldade (denúncia) que fizeram comigo. Trabalhei só quatro meses e fui demitido depois da repercussão", finaliza. 

Nesta quarta, 13, o ex-socorrista enviou nota. Confira na íntegra:

"Realizo minhas atividades sempre com muito zelo e respeito ao paciente e a toda equipe de trabalho do Samu. Com relação à foto, não deixei de dar suporte a vida, participei nos primeiros atendimentos no local do acidente, nas imobilizações, transportes; auxiliei no momento da entubação e demais procedimentos. Como estávamos com o apoio da USA, estávamos revezando nos procedimentos. Pode ser que tenha me empolgado com a forma integrada, eficiente e comprometida da equipe (pois era isso que queria mostrar) e tenha falhado um pouco. Mas em nenhum momento expus o paciente nem omiti o socorro. Aqui deixo minhas desculpas."

A vítima do acidente perdeu o braço mas já havia saído da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no início de junho, e não corria risco de morrer.

O POVO

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.