MENINA DE 11 ANOS ENGRAVIDA APÓS SER ESTUPRADA POR 3 HOMENS

Três homens foram presos suspeitos de abusarem sexualmente de uma menina de 11 anos, que engravidou após os estupros. O trio foi localizado, na última quinta-feira (7), no Município de Mauriti, na região do Cariri; e em Santa Inês, no Estado da Paraíba. Um dos suspeitos é parente da vítima. 

Imagem meramente ilustrativa

Francisco Ramos de Figueiredo Neto, João Edson Bastos e José Jucier Soares Fidélis já estavam sendo investigados, desde o fim de 2017, pela Polícia Civil de Mauriti. Eles foram capturados, após serem expedidos os mandados de prisão, que têm como base os resultados positivos de exames realizados no Núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) de Juazeiro do Norte, conclusivos sobre a violência sexual sofrida pela vítima.

Em depoimento, a criança relatou que tinha sido agredida e até ameaçada de morte pelos suspeitos. A criança só revelou os seguidos estupros, depois de desconfiar que estava grávida. Um procedimento contra Edson Bastos havia sido aberto, em setembro de 2017, para apurar ameaças contra a criança. 

Itapajé

Dois homens foram presos, na terça-feira (5), suspeitos de abusar sexualmente de uma criança de seis anos, dentro da escola em que a vítima estudava. Um deles confessou o crime. De acordo com a Polícia Civil, eles eram responsáveis por cuidar do menino na hora do intervalo. 

Segundo a família do menino, um dos homens trabalhava no local como auxiliar de limpeza. A instituição emitiu uma nota sobre o caso, afirmando está “colaborando com as autoridades para que tudo seja devidamente esclarecido”. 

A mãe da criança disse que ele chegou em casa reclamando de dores, pelo menos quatro vezes. A vítima relutou em contar o que estava acontecendo, mas acabou falando aos familiares. O nome dos supostos estupradores não foram divulgados pela Polícia Civil.

DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.