HOMEM É CONDENADO À PRISÃO PERPÉTUA POR MATAR PAIS E IRMÃO NA ÁFRICA DO SUL

Henri van Breda, 23, foi condenado nesta quinta-feira,7, à prisão perpétua na África do Sul. O jovem é acusado de matar os pais e o irmão em janeiro de 2015. Quinze anos foram acrescidos à pena pela tentativa de assassinato da irmã adolescente, Marli, durante o ataque. 


De família rica, o jovem é o culpado por ter assassinado a sangue frio com um machado a família. "O assassinato de cada um dos membros da família é um crime grave e merece a pena mais severa", afirmou o juiz Siraj Desai. A defesa de Van Breda diz que pretende apelar. 

Na época com 20 anos, Van Breda usou um machado para assassinar, enquanto dormiam, o pai, Martin, 54, a mãe, Teresa, 55, e o irmão mais velho, Rudi, que tinha 22 anos. A irmã Marli, 16, também foi atacada, mas não faleceu. 

Henri van Breda nega as acusações e alega que também foi vítima de um homem que, na versão do acusado, invadiu a casa e atacou a família. No entanto, o tribunal desacreditou o culpado e o condenou por três homicídios, uma tentativa de homicídio e obstrução da justiça. 

A defesa tem até 27 de junho para solicitar licença para apelar contra a condenação e sentença, que serão executadas simultaneamente. A informações são do portal G1.

O POVO

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.