DINHEIRO É FURTADO DO COFRE DE AGÊNCIA BANCÁRIA DE FORTALEZA

Criminosos invadiram uma agência bancária, violaram o cofre com um maçarico e furtaram o dinheiro - valor não divulgado pela Polícia. A ação ousada aconteceu no Banco do Brasil localizado na Avenida Bezerra de Menezes, bairro São Gerardo, em Fortaleza, na madrugada de ontem.


De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o crime foi percebido no momento em que um funcionário do sistema de videomonitoramento do banco notou que a transmissão das câmeras havia caído e o sistema de alarme tinha sido disparado.

A Polícia Militar foi acionada para o local e constatou que o cofre da agência tinha sido furtado. Segundo o delegado adjunto da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), da Polícia Civil, Osmar Berto, os suspeitos utilizaram um maçarico para cometer o crime e fugiram em seguida, antes de serem identificados.

Uma equipe da DRF se deslocou à agência bancária, na manhã de ontem, para levantar as primeiras informações para a investigação do furto e chegar aos autores. Diligências foram realizadas com apoio da PM, mas ninguém foi preso até o fechamento desta matéria.

Devido ao ataque, o Banco do Brasil da Avenida Bezerra de Menezes, uma região bastante movimentada da Capital, não funcionou durante o dia de ontem. Um funcionário orientava os clientes que chegavam a procurar as agências da Avenida Francisco Sá ou do bairro Benfica ou o posto de autoatendimento existente na própria Avenida Bezerra de Menezes. Já os outros funcionários foram realocados a outras unidades da Instituição.

Uma agente de saúde (que preferiu não se identificar), que foi até a agência bancária para sacar o PIS/Pasep, se sente prejudicada pela violência do Estado. "Eu fico assustada porque é uma violência muito grande. Eu não posso me sentar em uma calçada para conversar com uma vizinha, não posso sair de bolsa, como você pode ver. Agora vai ficar para amanhã, eu não vou em outra agência, porque eu moro aqui perto", afirmou.

Conforme dados do Sindicato dos Bancários do Ceará, esse é o 22º ataque a instituições financeiras (com exceção das 'chegadinhas' e 'saidinhas' bancárias), no Estado, neste ano.

DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.