AVÓS DE PRESO ESPANCADO ATÉ A MORTE EM DELEGACIA DE CAUCAIA RECEBERÃO R$ 50 MIL DE INDENIZAÇÃO

Família de preso que foi morto na Delegacia Metropolitana de Caucaia em agosto de 2016 vai receber indenização de R$ 50 mil do Estado do Ceará. A acusação é de que a morte do jovem causou danos morais aos avós, que cuidam dele desde o nascimento, e de negligência estatal. Decisão foi publicada no Diário da Justiça da última segunda-feira, 4.


A juíza 14ª Vara da Fazenda Pública do Fórum Clóvis Beviláqua (FCB) destaca que foi omissão do Estado não velar pela segurança do detento, de forma a permitir que ele fosse morto por outros presos no interior do local. A vítima foi espancada até ter traumatismo cranioencefálico, cervical, torácico e abdominal.

O Estado contestou a ação indenizatória, avaliando que o dinheiro da ação só cabia ao parentes mais próximo, como o pai ou a mãe, e não aos avós. Na decisão, a juíza entendeu que os parentes possuem legitimidade para ser responsáveis pela vítima, já que foi criado por eles. 

O POVO

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.