CEARÁ TEM O 4º MAIOR NÚMERO DE POLICIAIS EM ATIVIDADE ASSASSINADOS

O Ceará é o quarto estado onde mais marrem policiais em atividade. Em 2017, 26 policiais civis e militares morreram no estado em ação contra o crime. Os estados que lideram o ranking negativo de violência são Rio de Janeiro (com 119 assassinatos de policiais em 2017), São Paulo (60 mortes) e Pará (29).


Os dados são do Monitor da Violência, levantamento exclusivo do G1 com informações de todos os estados.

Um caso que repercutiu em todo o estado foi o assassinato de Edvaldo José Santana Flexa, de 42 anos, sargento que atuava na Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas há 22 anos. Ele foi morto em uma tentativa de assalto no Bairro Guararapes, em Fortaleza.

"Ele sempre teve esse contato com a criminalidade, mas com ele era diferente, não era diretamente. Geralmente ele era acionado para alguma ocorrência. O que ele fazia muito era ronda aérea nesses bairros mais perigosos e aeromédicos, transportar doentes de outros municípios, resgate de afogamentos... Ele também era enfermeiro, então estava na área certa", conta a viúva do sargento, Silvana Flexa.

Silvana conta que familiares dos policiais vítimas da violência no Ceará têm dificuldade em receber a pensão integral do estado. Em alguns casos, a viúva aguarda há anos. Ela afirma ainda que não recebe assistência do Estado.

A VOZ DE SANTA QUITÉRIA

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.