JOVEM EVANGÉLICO FOI MORTO AO SAIR DA IGREJA

Um jovem foi assassinado na Favela do Jacarezinho, no Jacaré, na Zona Norte do Rio, na noite desta segunda-feira (2) logo depois de voltar da igreja. Matheus Melo tinha 23 anos e saía de moto da comunidade quando foi baleado. A família acusa policiais pela morte do rapaz.


Mathues era evangélico e trabalhava na Fundação Oswaldo Cruz, que é referência no tratamento e na pesquisa de doenças como a dengue e a zika. Parentes do rapaz disseram que ele saía de moto da favela, quando uma patrulha da PM passou e atirou contra Matheus.


“A polícia não parou, não pediu documentos. Simplesmente metralhou. E agora depois que ele eles mataram, nem na UPA apareceram. Foram para dentro da comunidade para ter tiroteio, para falar que foi bala perdida. Só que ele já estava morto há muito tempo. Então, a gente está pedindo justiça. A gente sabe que ele não vai voltar, mas quantos filhos, quantas mães vão chorar?”, disse uma tia do rapaz.

Matheus tinha acabado de sair da igreja e foi à comunidade para deixar a namorada em casa. A família disse que não havia tiroteio na favela na hora em que o jovem foi baleado. Horas depois, a PM disse que bandidos atacaram uma base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) de Manguinhos, na Zona Norte.

G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.