O ALTO COMISSÁRIO DAS NAÇÕES UNIDAS PROMETE APOIA O BRASIL EM SITUAÇÃO DA IMIGRAÇÃO VENEZUELANA

O alto comissário das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), Filippo Grandi, disse, ontem, que se comprometeu com o presidente Michel Temer a buscar apoio da comunidade internacional para ajudar o Brasil na resposta à situação da imigração venezuelana para o país. Grandi e Temer se reuniram no Palácio da Alvorada, ontem.


"Conversamos com o presidente Temer sobre essa resposta a qual o Acnur dá apoio irrestrito tanto em termos de assistência humanitária quanto em termos de solução de longo prazo para um programa de interiorização (de venezuelanos no Brasil)", disse o alto comissário no Palácio Itamaraty.

"Esperamos que a situação na Venezuela se regularize logo. Estimamos que cerca de 24 mil venezuelanos pediram asilo formal ao Brasil. Esse número não representa o total de venezuelanos (que entraram no Brasil)", acrescentou Grandi.

O Brasil vive uma situação complexa com a vinda de venezuelanos para o Norte, em especial no estado de Roraima.

Segundo a prefeitura de Boa Vista, mais de 40 mil pessoas do país vizinho chegaram à cidade, o que corresponde a mais de 10% da população local.

O ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes reiterou a disposição do Brasil em manter abertas as portas aos refugiados, a exemplo do que fez ao longo de sua história.

Mais cedo, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, afirmou, ontem, que a atual situação da Venezuela é um "grande fator de preocupação" e lamentou que não parece ser possível conseguir uma solução a curto prazo.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.