MINISTRO-CHEFE DA CASA CIVIL DISSE QUE IRÁ ATÉ A ÚLTIMA INSTÂNCIA POSSÍVEL PARA POSSE DE CRISTIANE BRASIL

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse nesta terça-feira, 6, ao Broadcast Político, que o Palácio do Planalto irá até a "última instância possível" para garantir a posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ)como nova ministra do Trabalho.


"Para nós, do governo, a nós nos interessa é uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). A questão Cristiane é problema do PTB. Eles indicaram, nós abraçamos", disse Padilha, depois de participar da solenidade de posse do ministro Luiz Fux como novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

"Queremos fazer valer a escolha do presidente, porque não dá pra confundir uma decisão política que é exclusiva do presidente, a Constituição garante a ele (essa atribuição), e só ele pode escolher ministros. Nós não podemos admitir que isso seja truncado. Queremos uma definição do Judiciário, nós iremos até a última instância possível", completou Padilha.

A posse de Cristiane Brasil foi suspensa após decisão da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia. A parlamentar foi condenada em uma ação trabalhista e fez acordo para encerrar outro processo. 

Conforme informou no sábado o jornal O Estado de S. Paulo, Cristiane Brasil é alvo de um inquérito policial que apura suspeitas de tráfico de drogas e associação para o tráfico durante a campanha eleitoral de 2010. A investigação foi enviada à Procuradoria-Geral da República (PGR), em Brasília, porque Cristiane possui foro privilegiado.

Para o advogado de Cristiane Brasil, André Miranda, o inquérito que investiga sua cliente tem como base uma denúncia "apócrifa", sem fundamentos. Padilha não quis comentar a acusação contra a parlamentar.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.