RAQUEL DODGE DÁ PARECER CONTRA JOESLEY BATISTA E RICARDO SAUD

Afirmando que o empresário Joesley Batista tem "impulso voltado a praticar crimes capazes de aumentar o seu poder econômico", a procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge, enviou parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) a favor da manutenção da prisão preventiva do dono do Grupo J&F e do ex-executivo do grupo Ricardo Saud. O relator Edson Fachin, que determinou a prisão, pediu a opinião da Procuradoria-geral da República depois que os investigados recorreram dessa decisão. Dodge afirmou que as solturas trariam risco ao inquérito.

Resultado de imagem para RAQUEL DODGE

Por sua vez, a PF pediu pelo menos mais 30 dias para concluir análise de um dos áudios gravados entre Joesley e Saud.

Já o Ministério Público Federal no Distrito Federal abriu um procedimento administrativo para investigar se a J&F está descumprindo termos do acordo de leniência. A apuração pode levar à rescisão do acordo.

Balanço

Ainda ontem, os procuradores da força-tarefa de Curitiba informaram à PGR que a Lava-Jato já resultou em mais de 160 condenações e na recuperação de aproximadamente R$ 4 bilhões.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.