SECRETARIA DO TRABALHO REALIZA MUTIRÃO PARA EMPREGAR 800 PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM FORTALEZA

A quarta edição do Dia D de Contratação de Pessoas com Deficiência reúne nesta sexta-feira (29) 36 empresas que disponibilizam 807 oportunidades de trabalho específicas para o segmento. Evento corre no Centro de Profissionalização Inclusiva para a Pessoa com Deficiência (Cepid), localizado na Rua Senador Robert Kennedy, 128, no Bairro Barra do Ceará, em Fortaleza.

Resultado de imagem para carteira de trabalho

Equipes da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) e das empresas estarão dispostas em estandes para atender os trabalhadores, que podem sair já com uma vaga de emprego garantida. A ação conta com a parceria do Sine/IDT, da Superintendência Regional do Trabalho no Ceará (SRT/CE) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Para concorrer a um cargo, o candidato deverá apresentar Carteira de Trabalho (CTPS), RG, CPF, laudo médico da respectiva deficiência, comprovante de endereço e curriculum vitae (não obrigatório).

Durante o Dia D, profissionais da Célula de Educação Social e Profissional, da Coordenadoria do Empreendedorismo e do Laboratório de Inclusão da STDS; da SRT/CE; da OAB/CE; do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Cedef/CE); e do Sesc estarão no Balcão de Informações prestando esclarecimentos aos trabalhadores sobre os serviços que ofertam.

Inclusão no mercado de trabalho

Até setembro de 2017, em todo o Ceará, a STDS, por meio do Sine/IDT, colocou no mercado de trabalho 1.198 pessoas com deficiência, das quais 213 têm deficiência auditiva, 734 física, 145 apresentam deficiência visual e oito têm deficiência mental ou intelectual. Em 2016, foram inseridos 1.647 trabalhadores com algum tipo de deficiência.

Equipamento gerido pela STDS, o Cepid atende às demandas de pessoas com deficiência por formação, qualificação e inserção no mercado de trabalho, ofertando serviços também à população em geral. Desde sua criação em 2014, a unidade cadastrou um total de 7.355 pessoas, das quais 2.911 são pessoas com deficiência.

Os cursos de qualificação, nas modalidades presencial e à distância, beneficiaram 2.558 pessoas e 854 foram inseridas no mercado de trabalho. Só em 2017, 1.676 pessoas foram cadastradas pelo Centro, das quais 757 têm deficiência. O Cepid também qualificou 213 jovens e adultos com deficiência de 532 inscritos e inseriu 170 profissionais com deficiência no mercado de trabalho.


G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.