PRESSIONADO TEMER LIBERA MAIS VERBA PARA REFIS E BOLSA FAMÍLIA

Pressionado pela segunda denúncia da PGR, por organização criminosa e obstrução de Justiça, e diante da falta de disposição da base de dar quórum para a leitura da peça e sua tramitação, o presidente Michel Temer (PMDB-SP) prepara a liberação de mais dinheiro para programas do governo como o Refis e o Bolsa Família.

Resultado de imagem para TEMER

Contra a vontade da equipe econômica, que desejava preservar a arrecadação prevista de R$ 13 bilhões no Refis, a Casa Civil acertou uma proposta mais flexível, com o objetivo de alterar as regras de refinanciamento das dívidas das empresas.

Segundo informou, ontem, o "Jornal Nacional", a nova proposta contempla quatro pontos principais na renegociação das dívidas: para pagamento à vista, desconto de 90% nos juros, 70% nas multas e 25% nos encargos; para pagamentos em até 145 parcelas, desconto de 80% nos juros, 50% nas multas e 25% nos encargos; para pagamento em até 175 parcelas, descontos de 50% nos juros, 25% nas multas e 25% nos encargos.

O prazo de adesão ao Refis termina sexta-feira (29). Temer deve anunciar ainda um programa complementar ao Bolsa Família, que inclui R$ 3 milhões em microcrédito.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.