POR MEDIDAS CAUTELARES SEJUS ADQUIRE 1,4 MIL TORNOZELEIRAS

Mais de 1.400 tornozeleiras eletrônicas foram compradas pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) para atender pessoas que cumprirão medidas cautelares ao deixarem o Sistema Penitenciário do Ceará. Antes da aquisição, 1.658 aparelhos estavam em funcionamento. Agora, a Pasta passou a contar, em sua totalidade, com 3.058 que auxiliam detentos no cumprimento de penas fora das unidades.
Resultado de imagem para tornozeleiras eletrônicas

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Monitoramento da Sejus, Ilma Uchoa, o serviço deverá ser ampliado para municípios do Interior, como Sobral e Quixadá, além da reativação do serviço em Juazeiro do Norte. "Fora o reforço do monitoramento dos presos que estão no regime semiaberto, essas tornozeleiras acompanham a interiorização das audiências de custódia", explicou.

A Pasta explica que, ao chegar das audiências de custódia e das unidades penitenciárias, o detento recebe orientações sobre o funcionamento das tornozeleiras. O objetivo da prática é evitar que haja violação das regras por parte do interno. Um vídeo ilustrativo é apresentado na Sala de Espera da Sejus ou ainda na Delegacia de Capturas, onde ocorrem as audiências.

Para além do monitoramento, Ilma Uchoa acredita que a tornozeleira eletrônica serve para que o preso tenha consciência de suas obrigações com a Justiça. "Ele tem que saber que a tornozeleira indica que ele continua cumprindo uma medida cautelar ou terminando de cumprir a sua pena em progressão de regime, só que de uma forma diferente", pontuou.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.