JUIZ MANDA INVESTIGAÇÃO SOBRE R$51 MILHÕES DE GEDDEL AO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10.ª Vara Federal de Brasília, decidiu, ontem, remeter ao Supremo Tribunal Federal a investigação sobre o "tesouro perdido" atribuído ao ex-ministro Geddel Vieira Lima - preso na Papuda. O magistrado alegou em sua decisão que "há sinais de provas que podem levar ao indiciamento" do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDBBA), irmão de Geddel, pelo crime de lavagem de dinheiro.

Resultado de imagem para geddel

Conforme a Constituição, congressistas têm foro por prerrogativa de função e só podem ser alvo de inquéritos criminais que tramitem na Corte.

Geddel está preso desde a semana passada na Papuda.

A cúpula do PMDB formalizou, ontem, o afastamento de Geddel do partido por 60 dias.

A licença de Geddel foi costurada com dirigentes do partido, em uma tentativa de isolar a crise aberta pela prisão e amenizar a contaminação do presidente Michel Temer pelo episódio.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.