CRIMINOSOS FILMAM INVASÃO E TIROTEIO NA BARRA NO CEARÁ E DIVULGAM NAS REDES SOCIAIS

Criminosos que dizem ser membros da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE) filmaram o momento em que invadiram a ‘Comunidade Língua de Cobra’, no Morro de Santiago, na Barra do Ceará, e as imagens acabaram sendo divulgadas nas redes sociais. Em meio a um tiroteio intenso, os suspeitos aparecem avançando pelas ruas e comemorando a invasão. 

Resultado de imagem para Criminosos filmam invasão e tiroteio NA BARRA DO CEARÁ 

Suspeito armado faz sinal de vitória para a câmera

Segundo um policial civil, que não quis se identificar, a ocorrência se deu no último fim de semana. Conforme o inspetor, a Comunidade era dominada pela facção Comando Vermelho (CV) e a investida da GDE visava tomar o controle do tráfico de drogas na região. A reportagem esteve no 33ºDP (Goiabeiras), na manhã de ontem, e foi informada que havia uma equipe de policiais na rua investigando o caso, porém ninguém foi preso até a noite de ontem. 

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) já tomou conhecimento do vídeo que mostra uma ocorrência de disparos de arma de fogo, com o envolvimento de vários suspeitos. “Os trabalhos de investigação foram iniciados e visam à identificação e posterior responsabilização dos criminosos envolvidos com a produção e divulgação do conteúdo”, pontuou a Instituição. 

Efetivo 

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol), Francisco Lucas Oliveira, disse que a área em que houve a invasão é considerada crítica e não tem efetivo suficiente para investigar todos os crimes. “As delegacias daquela área têm efetivo reduzido para a demanda. Precisam muito de reforço. As cenas desse vídeo parecem coisa do Rio do Janeiro, não costumávamos ver isso aqui. O cidadão está refém, morrendo de medo”. 

Para Oliveira, é essencial que seja feita uma grande investigação para prender os líderes das facções. “Tem coisas que só policiamento ostensivo não resolve, tem pontos que só serão alcançados com investigação. Não adianta ficar prendendo os ‘soldados do tráfico’; é preciso prender o chefe”, afirmou.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.