CONTADOR SUSPEITO DE PARTICIPAR DE ESQUEMA NO SETOR TÊXTIL DO CEARÁ É MAIS UM PRESO NA 'OPERAÇÃO DISSIMULARE'

Foi preso mais um suspeito de participar da organização criminosa do setor têxtil, que causou prejuízo de R$ pelo menos 300 milhões aos cofres públicos no Ceará, na madrugada desta quarta-feira (6), em Fortaleza.

Foto: (Reprodução/TVM)

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o contador Carlos André Maia Sousa, 40, foi capturado no Bairro Mondubim. O homem é responsável por ter administrado empresas que hoje devem mais de R$ 55 milhões ao Fisco. Ele já responde a quatro processos por crime contra ordem tributária, e um por estelionato.

Operação Dissimulare

A "Operação Dissimulare" foi deflagrada na última sexta-feira (1º) pela Polícia Civil do Estado do Ceará, com apoio da Secretaria da Fazenda (Sefaz), e desmontou um esquema de compra de mercadoria têxtil com sonegação de impostos. Além dos 13 mandados de prisão, foram realizados ainda 37 mandados de busca e apreensão.

Até agora, R$ 100 milhões em tecidos, um milhão de reais em espécie, 21 veículos, entre eles carros de luxo, 300 joias, euros, dólares, além de 50 imóveis adquiridos com dinheiro ilícito foram apreendidos. No total, cerca de R$ 150 milhões em bens de valores foram bloqueados.

O líder da quadrilha, identificado como Jovilson Coutinho Carvalho, tinha 46 empresas laranjas que conseguiam notas fiscais frias, assim como liminares que garantiam a entrada e saída das mercadorias sem o pagamento de impostos. Ela ainda não foi encontrado pela polícia, assim como o G1 CE não conseguiu localizar a defesa do suspeito.


G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.