CEARÁ É O ESTADO DO NORDESTE COM MAIS INDENIZAÇÕES NO DPVAT POR INVALIDEZ PERMANENTE

O Ceará foi o estado da região Nordeste com mais indenizações no DPVAT pagas por invalidez permanente no mês de agosto. Conforme boletim estatístico da Seguradora Líder, responsável pela administração do seguro, foram 2.627 indenizações pagas.

Número de indenizações por invalidez cresceu 24,925 em agosto desse ano. (Foto: Maiara Barbosa/G1)

O número é 24,92% maior que o registro em agosto de 2016 no Ceará, quando foram contabilizados 2.103 pagamentos. Conforme a seguradora, 27% de todas as indenizações por invalidez pagas em agosto no Nordeste foram para o estado do Ceará.

Logo em seguida no ranking do pagamento das indenizações estão os estados de Pernambuco (1.515), Maranhão (1.291), Bahia (1.202), Piauí (941), Rio Grande do Norte (677), Paraíba (612), Alagoas (377) e Sergipe (364).

Em todo país, foram 27.482 indenizações do DPVAT pagas no mês. São Paulo foi o estado brasileiro com mais registros no país, tendo 3.144 pagamentos.

Mortes no trânsito

Nos casos de mortes no trânsito, o Ceará foi o segundo estado nordestino com mais indenizações pagas. Foram 257 pagamentos no mês de agosto.

Bahia lidera a lista com 343 pagamentos por morte no trânsito. Pernambuco teve 210.

Com relação ao pagamento do seguro por despesas médicas em decorrência de acidentes, o Ceará registrou 249 indenizações. O estado com mais registro foi a Bahia, com 348 pagamentos.

Cenário nacional

Os dados da Seguradora Líder demonstram que, só em agosto, foram pagas 37.934 indenizações para casos de morte, invalidez permanente e despesas médico-hospitalares decorrentes de acidentes de trânsito no Brasil. O número é 8% maior do que o registrado no mesmo mês de 2016.

A edição estatística do último mês mostra, ainda, um aumento de 42% de indenizações por morte ante ao mesmo período de 2016. Foram 4.595 indenizações pagas para herdeiros de vítimas fatais em apenas um mês.

Os motociclistas ainda são as principais vítimas de acidentes. Avaliando somente o mês de agosto, dos 16.977 motoristas que receberam indenização por Invalidez Permanente, 15.270 eram motociclistas.

Em números percentuais, eles representaram quase 90% dos condutores indenizados neste tipo de cobertura durante o mês de agosto.

“Parece notícia antiga, mas, infelizmente, não é. Os motociclistas continuam no topo das estatísticas de trânsito e sempre com números preocupantes. A análise e disseminação das estatísticas do Seguro DPVAT pode contribuir para o desenvolvimento de ações de prevenção de acidentes mais efetivas”, alertou Ismar Tôrres, diretor-presidente da seguradora.


G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.