CEARÁ DEVE REGISTRAR 2,160 CASOS DE CÂNCER DE MAMA

Doença preocupa mulheres. Cura depende do diagnóstico precoce.


O câncer de mama é considerado o mais comum entre as mulheres, mas a doença tem tratamento. O sucesso depende, principalmente, do diagnóstico precoce da doença. Uma estimativa do Instituto Nacional de Câncer para este ano mostra que o Ceará deve registrar 2.160 casos da doença, sendo 860 em Fortaleza. 

A pedagoga Maria Tereza Araripe descobriu um câncer de mama em 2003. No mesmo ano, ela fez a retirada de um dos seios. A doença já estava em estágio avançado, mas ela conseguiu se recuperar com o procedimento cirúrgico. Passados 14 anos, ela se sente renovada. Hoje, cuida da alimentação, das atividades físicas e também da parte emocional. “A cada exame de revisão do câncer tenho a sensação de vitória”, disse Maria Tereza.

O tratamento do câncer de mama é feito através de quimioterapia, radioterapia e cirurgia. Tudo depende da situação da paciente no momento do diagnóstico. Os especialistas ponderam que se diagnosticado e tratado ainda de forma precoce, a perspectiva de recuperação da paciente é considerada boa.

“Para se atingir melhores índices do diagnóstico precoce, o caminho é investir na prevenção do câncer que passa pelo autoexame e através da mamografia”, destacou o mastologista Pádua Almeida.


SOBRAL24HORAS

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.