VELHO CONHECIDO DA POLÍCIA É EXECUTADO A BALA NA CIDADE DE UBAJARA.

Neste domingo dia 06/08/2017 por volta de 11h00 na Delegacia Regional de Polícias Civil de Tianguá foram autuados pelo crime de homicídio à bala os indivíduos : Kelvis da Silva Sousa, 20 anos, natural de Ubajara, residente na Rua Cunha Soares s/nº no Bairro Rodoviária na Cidade de Ubajara, e o adolescente G. S.M, 16 anos, natural do Rio de Janeiro, residente no Bairro Rodoviária em Ubajara.
Kelvis ( acusado).

Os dois foram presos acusados de terem executado a vítima : Levi Vieira de Paula Silva, 19 anos, natural de Fortaleza, residente na Rua Francisco Boulevar F. da Costa s/nº no Bairro Vila Nova na Cidade de Ubajara.

O fato é que por volta das 02h30 da manhã a vítima Levi Vieira estava com uma adolescente de nome Marciela no interior de um prédio abandonado na Rua 24 de agosto próximo a Clinica do Dr. Ari Filho, quando dois indivíduos chegaram e chamaram a vítima, que ao sair um dos indivíduos sacou uma arma de fogo e efetuou três disparos lesionando a vítima que faleceu no local, em seguida se evadiram.

Os Policiais Militares do Destacamento Cabo Valdécio, Soldado Silva, Soldado L. Rocha e Soldado Costa na viatura 3452 foram ao local e mantiveram contato com a adolescente Marciela que no momento do crime estava com a vítima e informou quem seria os prováveis suspeitos do crime.

A adolescente que estava com a vítima foi identificada como sendo F. M.V. C, 16 anos, natural de Ubajara, residente na Rua Joana Perdigão s/nº no Bairro Rodoviária em Tianguá.

Em mais ou menos meia hora os Policiais Militares mencionados conseguiu efetuar a prisão dos suspeitos e conduziu para Delegacia Regional de Polícia Civil de Tianguá.

Na Delegacia o indivíduo Kelvin declarou que quem teria efetuado os disparos e matado a vítima Levi Vieira foi o adolescente de nome G, que também é seu parente familiar, que segundo Kelvin o adolescente G, havia efetuado três disparos de revólver calibre 32 e depois jogou a arma num matagal próximo, que a pessoa que foi presa com ele no primeiro momento não tinha nada a ver com o crime, sendo então liberado, de forma que não foi pego nenhum dado pessoal dessa pessoa.

Que durante o depoimento do Kelvin o adolescente G, havia chegado e estava em frente à Delegacia, foi quando kelvin viu o adolescente G, e confirmou seu depoimento de que foi o adolescente G, quem efetuou os disparos e matou Levi Vieira.

O adolescente G, foi imediatamente apreendido e que durante seu depoimento delatou que a vítima Levi Vieira era suspeito de ter roubado uma moto do seu avô e que seu parente Kelvin também tinha uma rixa antiga, que G, conseguiu uma arma de fogo com alguém que não conhece e nem sabe onde mora, que juntamente com Kelvin havia ido a uma festa e viu a vítima Levi Vieira saindo com um mulher e resolveu ir atrás.

Kelvin e G, perceberam que Levi Vieira havia entrado no prédio e foram até lá, chamaram a vítima e quando Levi Vieira saiu o adolescente G, sacou a arma de fogo e efetuou dois disparos que não deflagrou em seguida rapidamente o indivíduo Kelvin pegou a arma das mãos do adolescente e efetuou três disparos lesionando o pescoço e a cabeça de Levi Vieira que faleceu no local. 

No local do crime esteve o Perito Álvaro com seu motorista Cleiton e Rabecã com motorista Anselmo e Edmar.

O indivíduo Kelvis da Silva Sousa confessou o crime e realmente como foi os fatos aqui descrito, foi autuado no artigo 121 do CPB – Homicídio e artigo 244 B do ECA – Corrupção de menores, visto que o adolescente G.S. M, foi autuado pelo Ato Infracional tipificado no artigo 121 do CPB – Homicídio, ficando ambos a disposição da Justiça. Procedimento realizado pelo Delegado Titular Francisco Miguel de Sales Filho.

Ressaltando que a vítima Levi Vieira era um velho conhecido da Polícia Militar, que o referido é suspeito de participação de alguns crimes de furto, roubos de motos e inclusive de conseguir e fornecer armas de fogo para outros indivíduos cometerem crimes na Cidade de Ubajara. A arma do crime não foi localizada.

Adolescente G.


Vítima do homicidio.

Local do crime.

Vítima .


IPAPORANGANOTÍCIAS

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.