PRESA, MODELO É OBRIGADA A FAZER STRIP PARA POLICIAIS E DETENTOS NA DELEGACIA

A modelo e DJ colombiana Katheríne Martinez, de 27 anos, foi presa pela polícia de Cali acusada de provocar briga em uma balada no dia 24 de julho e somente agora vazou as fotos e a denúncia da modelo . Conduzida até a delegacia, ela foi acorrentada a uma janela, enquanto aguardava ser interrogada. “Estava alcoolizada e muito agitada”, explicou um dos oficiais.

Ghyu

Katherine pediu para ser solta, alegando dores. Os policiais fizeram então uma proposta absurda: a modelo só seria liberada se tirasse a roupa e dançasse, num strip diante dos guardas e detentos. Foi o que ela fez.

Os oficiais a filmaram com celulares e postaram o vídeo nas redes sociais.

Katheríne está processando os policiais por abuso de poder. “Eles me humilharam”, justifica. “Foi nojento e vergonhoso”, classifica o episódio. Os guardas disseram que iriam levar a modelo para uma cadeia temporária feminina depois do interrogatório. Ela foi detida após uma briga com outra mulher.
“Ainda filmaram a cena e fizeram de tudo para me expor”, conta, citando os vídeos publicados no WhatsApp e no YouTube, publicados pelos policiais. Eles reconheceram ter publicado as gravações. Katheríne já era conhecida na Colômbia por fazer ensaios sexy e postar fotos desinibidas nas redes sociais. “Não quer dizer que eu precise ser algemada e ter de fazer um strip para policiais e presos, para me soltarem”, desabafou a modelo.

Os guardas avisam que Katherine só será solta se tirar a roupa e dançar para os guardas e alguns detentos que estão ali. “Eles me pediram para mostrar o meu corpo já que ‘estou acostumada a mostrar’”, relata a colombiana. — Disse que eles não tinham direito de fazer aquilo comigo. Estava bêbada, sim, e meio desorientada, mas reclamei muito.

Katheríne reclama: “Isso não é certo. Você estão abusando. Mas vou fazer porque estou com meu tornozelo doendo”.

“Queria dali o mais rápido possível”, ela contou dias depois do episódio. — Nesse momento os prisioneiros começaram a gritar: ‘Tira a roupa aí, gata”.

“Confesso que eu estava bêbada, que tinha passado mesmo da conta, diz ela



PORTALCM

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.