EX-PM ACUSADO DE MATAR JOVEM BRUCE CRISTIAN MORRE ATROPELADO EM FORTALEZA

O ex-policial militar Yuri da Silveira Alves Batista, acusado de matar o adolescente Bruce Cristian Souza Oliveira, morreu atropelado por um ônibus neste sábado (5) na Avenida Domingos Olímpio, em Fortaleza. Yuri havia sido expulso da PM em novembro de 2010, acusado de atirar e matar o jovem de 14 anos que estava na garupa da moto do pai. A informação sobre a morte do ex-agente de segurança foi confirmada por um familiar.

Ex-policial foi atropelado por um ônibus na Av. Domingos Olímpio (Foto: Reprodução/TVM)

Yuri da Silveira foi atropelado quando realizava compras em um frigorífico na Avenida Domingos Olímpio. Ele se desequilibrou, caiu na faixa exclusiva para ônibus e foi atropelado. O homem morreu na hora.

O ex-agente ficou conhecido pela morte do jovem Bruce Cristian, no dia 25 de julho de 2010, durante uma abordagem policial no cruzamento da avenida Desembargador Moreira com a rua Padre Valdevino. A vítima estava na garupa da moto do pai quando foi atingida na cabeça por um tiro disparado pelo então PM.

Jovem de 14 anos foi atingido quando estava na garupa da moto do pai. Policial disse na ocasião que só percebeu depois que havia atingido alguém.

Após o caso, o ex-policial foi expulso da PM em novembro de 2010. Ele foi indiciado por homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima) e lesão corporal contra o pai do adolescente.

Segundo o Ministério Público do Ceará, a morte do adolescente decorreu de ação imprudente e precipitada por parte do ex-policial, que atuava no Ronda do Quarteirão. À época, a defesa sustentou não ter havido conduta dolosa por parte do acusado.

O Estado do Ceará foi condenado a pagar pensão à família do adolescente morto durante a abordagem da PM. A Justiça determinou o pagamento de 2/3 do valor do salário mínimo aos pais da vítima até a data em que Bruce completaria 25 anos de idade. Passado esse período, o valor da indenização será corrigido para 1/3 do salário mínimo, até o dia em que o jovem completaria 65 anos.


G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.