EM BUSCA DO CORPO PERFEITO, JOVENS FAZEM USO DE SUBSTÂNCIAS ILEGAIS

Músculos em evidência, aumento da força física e redução dos níveis de gordura. Resultados alcançados em um curto espaço de tempo que indicam o uso irregular de anabolizantes. Atentos ao padrão de beleza, a busca pelo corpo ideal é intensificada por meios ilícitos. Além de ser prejudicial e trazer riscos concretos à saúde do usuário, o Código Penal Brasileiro prevê no artigo 273 reclusão de cinco a dez anos ao fornecedor do produto, por crime contra a saúde pública. 

Imagem relacionada

Resultado de imagem para Em busca do corpo perfeito, jovens fazem uso de substâncias ilegais

De acordo com a titular da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), Patrícia Bezerra, ”a legislação brasileira não tipifica a conduta de quem usa o anabolizante. Nesse caso, ainda não existe a previsão legal desse crime”, explica. Por outro lado, a delegada ressalta que a situação do vendedor das substâncias pode ser agravada, caso sejam apreendidos medicamento de uso restrito. A prática evolui para tráfico de drogas, uma vez que o remédio passa a ser considerado um psicotrópico, onde o repasse deve ser feito obedecendo às regras da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em território estadual, segundo informações da DCTD, os anabolizantes mais apreendidas são de fabricação em laboratórios caseiros, desenvolvidos sem nenhum critério científico. Ainda conforme a Especializada, Durateston, que estimula o crescimento acelerados dos músculos; e Sibutramina, utilizado para tratamento de obesidade com orientação médica, também incluem a lista de esteróides mais retirados de circulação no Ceará. 

Flagrante 

No mês de maio último, três homens foram presos em flagrante acusados de fabricarem esteróides para venda ilegal, na Região Norte do Estado. Capturado no município de Sobral, Vicente Aragão Silva Neto, 23, tinha a função de aplicar a substância e prescrever dieta alimentar e treinos de musculação. Já Luan Irwing Aragão Costa, 25, detido em Fortaleza, era o responsável por comercializar o produto; e Wyscley Porfírio de Menezes, 27, foi capturado em Caucaia, e seria o responsável pela armazenagem de parte do material. 

Com o trio, a Polícia Civil deteve 92 caixas de Durateston, Stanozolol e Propionato de Testosterona, além de vitaminas, aminoácidos, bicarbonato de sódio e produtos veterinários. Segundo Patrícia Bezerra, o material era manipulado com o intuito de expandir a venda dos anabolizantes para a Capital. “Como aqui já não tinha mais fornecedor, por conta das prisões já efetuadas, eles estavam tentando expandir o mercado consumidor de lá, aqui para Fortaleza”. 

Dos laboratórios caseiros desarticulados pela Polícia, o modo de produção era o mesmo. Conforme a delegada, algumas substâncias eram trazidas do Paraguai e misturadas a outras como remédios utilizados para fins veterinários. “Eles misturavam e colocavam nos vasilhames. Guardam essas misturas, sem qualquer tipo de critério". 

Homens e mulheres que comercializam as substâncias têm o mesmo perfil: De classe econômica privilegiada e com nível superior completo ou em andamento, aponta Patrícia Bezerra. “São pessoas bem jovens, que fizeram faculdade ou ainda estão fazendo, variando entre 20 e 30 anos. Em geral, são estudantes de Direito, Nutrição, Engenharia e costumam frequentar academias”. 

É no interior desses estabelecimentos comerciais, inclusive, que acontece a maior parte da compra e venda dos anabolizantes, menciona a delegada. O Conselho Regional de Educação Física do Ceará (Cref5) garante que, se comprovado o envolvimento do educador físico, ele deverá responder processo penal e ético-disciplinar, podendo resultar em perda do registro que autoriza o exercício da profissão. 

Efeitos

O uso indiscriminado de esteróides anabólicos provoca efeitos colaterais físicos e psicológicos. Nas mulheres, podem ser observadas mudanças na voz e irregularidade menstrual. Nos homens, o uso das substância pode resultar em impotência e redução dos testículos. Ciente dos problemas, o estudante Francisco Silva (nome fictício), de 20 anos, revela que adquiriu Enantato de Testosterona, HCG e anticancerígenos com um amigo de uma conhecida, para perder massa magra com maior rapidez. “Eu conhecia muita gente de academia, então era muito fácil o acesso para eu comprar, conhecia muitas pessoas que vendiam na época”.

À época com 19 anos, o universitário se sentiu atraído pelas ligeiras mudanças que o anabolizante iria causar em seu corpo, após ter aumentado de peso por um “descuido”. “Eu precisava definir por conta das cobranças que tinha, tanto por causa do blog, quanto porque eu trabalhava com eventos. Queria rapidez para isso e algumas pessoas já tinham me falado de anabolizantes, que os resultados eram muito bons”, conta o ex-usuário que era moderador de um blog sobre vida saudável. 

Enquanto usava as substâncias, Francisco Silva percebeu a presença de nódulos na perna e também no cóccix. Preocupado,procurou um médico que diagnosticou que a alteração não havia sido causada pelos anabolizantes. “Eu tomei isso como um aviso para parar o uso”, lembra. Por consequência, o anabolizante trouxe efeito reverso, o deixando 20Kg acima do peso ideal. “Como eu cortei meu ciclo no meio, a minha taxa hormonal estava alta. Meu metabolismo estava muito rápido e eu sentia muita fome. Ao mesmo tempo, não tinha tempo de praticar esportes para gastar as calorias dos alimentos que comia”, justifica, alegando que não pretende mais fazer uso de esteróides.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.