ACUSADO DE MATAR JUIZ FOGE PELA TERCEIRA VEZ EM MENOS DE 9 MESES

O jovem acusado de assassinar o juiz Edvalson Florêncio Marques Batista, de 77 anos, em março do ano passado, na Cidade 2000, fugiu pela terceira vez em menos de 9 meses. 

Imagem relacionada

De acordo com o titular da 5ª Vara da Infância e Juventude, juiz Manuel Clístenes de Façanha e Gonçalves, o acusado saiu do Centro Educacional Cardeal Aloísio Lorscheider (Cecal) para participar de uma audiência de instrução, no Fórum Clóvis Beviláqua, nesta terça-feira (29). Já durante o retorno ao Centro, ele conseguiu abrir as algemas e descer do carro, que estava em movimento.

“Quando a audiência foi concluída, ele voltou para o carro, teoricamente, com algemas apertadas. Mesmo assim, conseguiu se desvencilhar e fugir. Sabemos que em uma fuga anterior, um orientador facilitou afrouxando as algemas em troca de R$ 500. Vamos verificar se desta vez alguém colaborou para o ato”, disse o magistrado.

No fim do ano passado, o jovem já havia escapado duas vezes, em 12 dias. Na época que matou o juiz Edvalson Batista ele ainda era adolescente, mas hoje já atingiu a maioridade. Ele já possui 22 infrações e crimes como latrocínio, homicídio, porte ilegal de arma, tráfico e roubo. O acusado vive em centros educacionais desde os 12 anos devido à prática de crimes.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.