APÓS PRESSÃO AÉCIO NEVES VAI DEIXA COMANDO DO PSDB

Aliados do presidente afastado do PSDB, senador Aécio Neves (MG), informaram, ontem, que ele se rendeu a pressões de líderes do partido e decidiu convocar uma reunião da Executiva Nacional da legenda, em agosto, para se afastar definitivamente do cargo e discutir a eleição de seu sucessor. Com mandato estendido até maio de 2018, Aécio terá que renunciar para outro tucano assumir o comando do partido. Esse acerto teria sido feito entre Aécio e o presidente interino da sigla, Tasso Jereissati (PSDB-CE).
Resultado de imagem para aécio neves

"Já está batido o martelo. Aécio vai se afastar definitivamente da presidência do PSDB em agosto. Como presidente de fato afastado, cabe a ele convocar uma reunião da Executiva Nacional, em agosto, para escolher o novo presidente. Quanto ao Tasso, não tenho certeza se será ele", disse um dirigente tucano ligado a Aécio.

Ontem à noite, no entanto, outros tucanos disseram que está surgindo um movimento de senadores e governadores que, diante do arrefecimento da possibilidade de desembarque do governo, preferem que Aécio "coloque o pé no freio" em relação à escolha do novo presidente do partido. Esses dirigentes avaliam que a convocação de eleições internas levaria, inevitavelmente, a um debate sobre o apoio ao governo, aprofundando o racha da legenda.

Segundo interlocutores de Aécio, ele aceitou se afastar, mas quer influenciar na escolha do seu sucessor. Eles negam, no entanto, que o senador esteja apoiando o nome do vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima (PB), seu antigo aliado.

Um dos defensores do desembarque do PSDB do governo Temer, Tasso vem se mostrando incomodado com o cargo de interino. Mas, desde o início, embora cobrasse uma definição de Aécio, sempre deixou claro que qualquer iniciativa nesse sentido deveria partir do presidente afastado: renúncia, convocação das instâncias partidárias ou mesmo a volta ao cargo.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.