EMPRESÁRIA É CONDENADA POR RECEBER BOLSA FAMÍLIA INDEVIDAMENTE

Uma empresária do município de Lastro, no Sertão paraibano, foi condenada a devolver dinheiro por ter recebido indevidamente durante seis anos o benefício do Bolsa Família.


A mulher foi condenada a um anos e oito meses, mas teve a pena convertida em prestação de serviço comunitário. Ela também terá que devolver a quantia recebida indevidamente, que totalizando chega a 14.574,00.

A acusada vai ter que depositar também a quantia de 2 mil em uma conta destinada a entidades públicas.

Essa condenação resultou de uma ação movida pelo Ministério Público Federal, que identificou a acusada recebendo o benefício entre os anos de 2009 e 2015, sem estar enquadrada nos critérios de renda.

ACONTECEUIPÚ

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.