DILMAR SEGUIRÁ TENTANDO ANULAR IMPEACHMENT

O advogado da ex-presidente Dilma Rousseff, Flávio Caetano, comemorou na noite de sexta-feira (9) a absolvição da chapa Dilma-Temer em 2014, por 4 votos a 3, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e avaliou que a vitória reforçará a defesa da ex-presidente também no Supremo Tribunal Federal (STF) onde ela busca a anulação do impeachment.

Resultado de imagem para DILMA

"A justiça foi feita e o TSE reconheceu os mais de 54 milhões de votos recebidos por ela em 2014. O TSE, assim, reconhece que o seu diploma e seus direitos políticos seguem preservados", afirmou o advogado.

Segundo ele, Dilma continuará buscando no STF uma decisão que reverta o impeachment aprovado no Congresso em 2016.

"O julgamento de hoje reforça o fato de que o que houve no Parlamento foi um golpe".

Já o deputado federal André Figueiredo (PDT-CE), criticou o posicionamento do presidente do TSE, Gilmar Mendes, que na época do impeachment, votou pelo arquivamento do processo.

"Não deixamos de lamentar que o presidente do TSE tenha uma volatilidade", declarou.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.