CAMILO ABRE SEMINÁRIO 'PREFEITOS CEARÁ 2017'

Além da crise econômica que o País atravessa, considerada como a maior das últimas décadas, a escassez hídrica no Ceará entra no sexto ano consecutivo, considerando que não choveu onde deveria haver recarga dos principais reservatórios do Estado. Ambas dificuldades foram destacadas pelo governador Camilo Santana, ao abrir, ontem, o Seminário Prefeitos Ceará 2017, no Centro de Eventos do Ceará. O tema central desta quinta edição do evento é "Gestão Eficiente", que balizou a palestra do chefe do executivo estadual, chamando a atenção para que há saídas na própria política, por meio do diálogo e na receptividade de cada gestor em tomar ações que impliquem na melhoria da qualidade de vida para as pessoas.

Image-0-Artigo-2251625-1

O seminário, que acontece até hoje, é uma promoção do Diário do Nordeste e da Prática Eventos, tem como parceiros a Associação dos Municípios e Prefeitos do Ceará (Aprece) e Instituto Future e reúne cerca de 600 participantes, entre prefeitos, secretários municipais e técnicos. Afora o governador, o evento contou na abertura com as presenças do diretor Institucional do Grupo Edson Queiroz, Igor Queiroz Barroso, e do presidente da Aprece, Gadyel Gonçalves.

Ao falar para os presentes, Camilo Santana chamou a atenção que são diversos os desafios que os novos gestores se defrontam para atingir a meta de uma administração eficiente. Ele lembrou da gravidade da crise econômica, que repercute na política e afeta os estados, os municípios e a vida das pessoas de um modo geral. Conclamou os gestores para que cada vez mais busquem saídas políticas para a solução dos principais entraves da economia. Segundo o governador, é preciso que haja um intercâmbio entre as cidades com experiências exitosas, além de se dialogar mais com as comunidades para que juntos se busquem saídas.

"O desafio que nos tem sido imposto é algo que não aconteceu apenas neste governo. Nos dois últimos anos, tivemos uma presidente afastada e momentos difíceis para a política que afetam a economia, a credibilidade do País e cria uma instabilidade política e jurídica".

Apesar do diagnóstico negativo, Santana lembrou que o Ceará tem vencido esses obstáculos com a redução de gastos, ao mesmo tempo, que não deixa de investir em quatro áreas sensíveis, que são educação, saúde, segurança e trabalho. Citou a insegurança como um dos novos desafios. O governador anunciou para o próximo dia 3 de julho a realização de um novo encontro com os prefeitos, ocasião em que se fará um novo pacto para investimentos que, na sua opinião, são garantidores, na medida do possível, da melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.

Por fim, Camilo Santana disse que as discussões em torno do Pacto Federativo não devem cessar, mas que esse tema, assim como das reformas, inclusive a previdenciária, estarão melhor na pauta do próximo ano, por ocasião das eleições.

O diretor institucional do Grupo Edson Queiroz, Igor Queiroz Barroso, enalteceu a sensibilidade do Diário do Nordeste na promoção do evento que, na sua opinião, é uma valiosa ferramenta de contribuição para o desenvolvimento das cidades, em meio às atuais dificuldades.

Igor Queiroz Barroso lembrou o diferencial desta edição com a instalação da sala da Aprece e da celebração dos 20 anos da iniciativa Jornal na Sala de Aula, também tendo à frente o Diário do Nordeste, como uma forma de incentivar a leitura e expandir a percepção dos estudantes para o aprendizado.

Melhores práticas

"Os prefeitos foram renovados e essa iniciativa do Diário do Nordeste é fundamental para que esses compartilhem as melhores práticas de gestão", afirmou Igor Queiroz Barroso.

Segundo a diretora geral da Prática Eventos, Enid Câmara, o número de inscritos tem crescido a cada edição, bem como o envolvimento das entidades parceiras. Ela informou que o tema central atende a uma demanda específica do Ceará, que precisa avançar mais em tecnologias, implicando na melhoria da gestão municipal.

O Seminário foi dividido em cinco grandes painéis: Gestão das contas públicas, Educação, Licitação, Gestão na saúde pública e Meio ambiente e gestão eficiente em tempos de crise. Os assuntos, segundo a coordenação do evento, são pertinentes aos 184 municípios cearenses, que 201 passaram a contar com 70% de gestores de municípios novos. O Ceará é o 12º maior Estado do País em número de cidades e o 6º do Nordeste, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O gerente geral de comercialização do Diário do Nordeste, Rafael Rodrigues, observou que o encontro não se destina apenas aos prefeitos. "Secretários municipais, assessores técnicos e pessoal de apoio também podem aproveitar os debates e as palestras como forma de melhorar a qualidade de suas atividades".

Contribuição

"O evento é uma valiosa ferramenta de contribuição no desenvolvimento das cidades, em meio às atuais dificuldades"

Igor Queiroz Barroso - Diretor Institucional do Grupo Edson Queiroz

Frases

"Toda vez que ocorrer um evento dessa natureza, é uma oportunidade que deve ser bem aproveitada. Acredito nas reformas"

Arnon Bezerra - Prefeito de Juazeiro do Norte

"Acredito que este é um momento importante para se inteirar de novas tecnologias, mas com um foco especial na eficiência"

Ueliton Vasconcelos - Prefeito de Groaíras

"Estamos vivendo dois momentos cruciais: a renovação dos prefeitos e uma crise econômica sem precedentes"

Nilson Diniz - Prefeito de Cedro


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.