AGENTE PENITENCIÁRIO É PRESO COM REMÉDIOS 'TARJAS PRETAS' PARA VENDER A DETENTOS

Um agente penitenciário lotado na Cadeia Pública de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foi preso pela Polícia Civil, na quinta-feira (8), por armazenar medicamentos de uso controlado em casa e vendê-los para detentos da carceragem onde trabalhava. A operação 'Tarja Preta' foi deflagrada pelo Departamento de Polícia Metropolitano (DPM).


A investigação começou há dois meses, a partir de informações da Inteligência da Polícia Civil. Conforme o titular da Delegacia de Maracanaú, delegado Vicente Alencar, interceptações telefônicas e depoimentos comprovaram a postura ilícita do agente penitenciário Francisco Eliano Ferreira da Silva, 62.

Por meio de um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça, os policiais civis acharam centenas de caixas e cartelas de remédios de tarja preta e tarja vermelha, na casa do suspeito, no Centro de Maracanaú. Eliano foi preso em flagrante.

Em outro momento da operação, agentes penitenciários realizaram vistoria na Cadeia Pública de Maracanaú e apreenderam 36 celulares, dois moldens e uma pequena quantidade de cocaína e maconha.

Francisco Eliano também estaria facilitando a entrada desses materiais ilegais e alertando aos presos sobre vistorias da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) nas celas, conforme as apurações. Segundo o delegado Vicente Alencar, o agente penitenciário se aproveitava de sua experiência e posição dentro da Cadeia Pública para comercializar e permitir a entrada dos materiais ilícitos.

"Ele era um 'faz-tudo' da Cadeia. Fazia o registro dos presos, o banho de sol, a contagem. Tinha um certo controle. Vinte anos trabalhando lá, angariou a confiança do diretor, mas existia uma relação promíscua entre ele, os presos e a família dos presos", afirmou.

Em depoimento à Polícia, Francisco Eliano negou que comercializasse a medicação. A Sejus afirmou que o homem é servidor público e trabalha na Cadeia Pública de Maracanaú como auxiliar de serviços gerais.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.