VOZ DO BRASIL DESTACOU 7 DEPUTADOS CEARENSES

Na semana mais tensa da crise aberta com a delação da JBS, sete dos 22 deputados federais que representam o Ceará em Brasília tiveram visibilidade de seus posicionamentos no noticiário da tradicional Voz do Brasil (de segunda a sexta, de 19h a 20h).

Image-0-Artigo-2248400-1

Na edição da última quarta-feira (24), o deputado Ronaldo Martins, do PRB, falou do assunto. "Ronaldo Martins, do PRB do Ceará, condena a forma como a delação dos donos da JBS vem sendo divulgada pela imprensa e pelo Ministério Público. Na opinião dele, inocentes que receberam doação de campanha da JBS em 2014, a exemplo de seu partido, estão sendo colocados do mesmo lado que criminosos", citou o programa radiofônico.

No mesmo dia, Chico Lopes, do PC do B, também foi mencionado, criticando a Reforma da Previdência. "Segundo ele, os recursos do seguro social são desviados de seus reais objetivos", informou a "Voz do Brasil". Na terça (23), foi a vez de André Figueiredo, do PDT, e Cabo Sabino, do PR, falarem sobre o impacto da delação no Ceará.

"André Figueiredo, do PDT do Ceará, repudia as denúncias do grupo JBS de que teria dado R$ 20 milhões para o ex-governador do Ceará Cid Gomes para a campanha do seu sucessor".

"Ao lembrar que Cid Gomes já classificou os parlamentares como achacadores, Cabo Sabino, do PR, considera que o ex-governador não tem moral para criticar nenhum deputado".

Na segunda-feira (22), Moses Rodrigues, do PMDB do Ceará, Odorico Monteiro, do Pros, e Vitor Valim, do PMDB, tiveram suas ideias propagadas pela Rádio Câmara. "Para Vitor Valim, do PMDB do Ceará, a Operação Lava-Jato está passando o Brasil a limpo, mostrando realmente quem são os corruptos e quem são os corruptores". Já Odorico Monteiro foi citado falando sobre a seca no Estado.

Por sua vez, Moses Rodrigues ganhou espaço por ser presidente da comissão que analisa a medida provisória que trata do Fundo Penitenciário.

Noticiário pioneiro

História

Considerado o programa radiofônico mais antigo do hemisfério Sul, a "Voz do Brasil" é um noticiário estatal que vai ao ar em todas as emissoras de rádio aberto do Brasil às 19h. O programa passou ser transmitido em 22 de julho de 1935 com o nome de "Programa Nacional". De 1934 a 1962, foi levado ao ar com o nome de "Hora do Brasil". Em 1971, o nome "Hora do Brasil" muda para "A Voz do Brasil".

Polêmica

Em novembro de 2016, a Câmara aprovou a flexibilização do horário de transmissão da "Voz do Brasil", entre 19h e 21h. Mas a polêmica

MP perdeu a eficácia e o tema ficou parado no Congresso Nacional

DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.