UM SUSPEITO DE EXECUTAR SARGENTO DA PM É CAPTURADO

Um dos sete suspeitos da tentativa de assalto a uma empresa de ônibus, que acabou com a morte do sargento PM Isidoro de Paiva Alves, 57, no último domingo (28), foi preso na madrugada de ontem, em operação conjunta da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), do Batalhão de Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e de outros Batalhões da PM.


Narciso Silveira Rodrigues, de 29 anos, tem uma vasta ficha criminal. Ele foi encontrado na casa onde morava com a companheira, no bairro Carlito Pamplona. No local, a Polícia apreendeu uma escopeta, utilizada no crime, e pequenas quantidades de cocaína, maconha e crack.

Segundo o delegado titular da 11ª Delegacia da DHPP, Ciro Lacerda, o suspeito tentou se desfazer da arma e das drogas arremessando o material ilícito pela janela da residência, quando percebeu a chegada da Polícia. O preso não seria o autor do disparo que matou o PM.

A Polícia chegou a Narciso através de denúncias anônimas e levantamentos de dados, de acordo com Lacerda. "No momento da formalização do procedimento, no interrogatório, ele confessou espontaneamente a participação no crime, inclusive narrando o fato com riqueza de detalhes", revelou o delegado.

O suspeito preso responderá pelos crimes de latrocínio, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, associação criminosa e corrupção de menores. Ele já havia sido preso por homicídio, roubo, tráfico de drogas e associação criminosa.

Foragidos

O assalto que terminou na morte do sargento da Reserva Remunerada da PM, aconteceu no último domingo (28), no bairro Cidade Nova, em Maracanaú. De acordo com o delegado Ciro Lacerda, mais seis pessoas participaram da ação criminosa e cinco delas foram identificadas.

A quadrilha utilizou um Chevrolet Prisma, de cor prata, e uma moto na fuga. Conforme a investigação, os comparsas de Narciso que continuam foragidos são Roniele Avelino Carvalho, o 'Cara de Porco', 25; Rafael dos Santos Monteiro, 31; o 'Neguinho do Recife'; um adolescente; um suspeito que não teve o nome divulgado; e um homem que utilizava capacete, o que impossibilitou a identificação. Todos estão sendo procurados.


DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.