SECRETÁRIO DE SEGURANÇA FOI RECEBIDO COMO HERÓI NA BARRA DO CEARÁ

Além de segurança, a oferta de serviços de saúde, iluminação e limpeza pública foram intensificadas na manhã de ontem para moradores da Comunidade do Gueto, na Barra do Ceará. Sob olhar da Polícia Militar (PM), garis retiraram lixo espalhados no entorno da antiga fábrica de roupas Vilejack. Serão abertas novas ruas no local para facilitar o acesso dos policiais. 

Secretário André Costa participou da operação e disse que segurança não é problema só de polícia FABIO LIMA

Agentes de endemias ainda fizeram ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. Há cerca de cinco semanas, a operação Marco Zero chegou à comunidade e ao Morro Santiago. Os locais eram apontados como redutos de facções criminosas e foram retomados pelo Estado. 

Na manhã de ontem, o secretário da Segurança Pública, André Costa, visitou o Gueto. Segundo ele, a intenção é ofertar cada vez mais serviços públicos aos moradores da região. “Nossa proposta é nunca ver a segurança somente pela visão limitada de que é um problema de polícia”, comentou. O secretário caminhou entre as casas e PMs apresentaram o secretário, empossado no início deste ano, a moradores que caminhavam pela região. “Existe essa falta de apoio e cuidado, mas o mínimo que podemos proporcionar é maior dignidade para as pessoas, isso que estamos buscando aqui”, afirmou Costa. 

Enquanto era cumprimentado pela população, o secretário ouviu pedidos para que o policiamento reforçado seja mantido na região. Agora tomado por policiais, o prédio da antiga fábrica de roupas ainda tem traços do abandono. Algumas pinturas permanecem nas paredes. As marcas de facções criminosas foram pintadas com tinta preta pela PM. 

De acordo com o secretário, o prédio é alvo de disputa judicial e deve ser mantido até que haja alguma decisão. “Não sei detalhes, mas (a derrubada) está sendo discutida judicialmente”, explicou. (Igor Cavalcante)

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.