VARIAÇÃO NO VALOR DOS COMBUSTÍVEIS NA IBIAPABA DEVERIA SER AVERIGUADA

O valor do preço dos combustíveis no Brasil beira ao absurdo. Diversas reportagens veiculadas em redes nacionais mostram que o combustível produzido no Brasil sai mais barato para os vizinhos do Mercosul do que para os próprios brasileiros. Recentemente a Petrobras adotou uma medida de revisão de preços de acordo com o mercado internacional, mas infelizmente isso só serve de parâmetro aos donos de postos quando a Petrobras anuncia aumento. Neste caso, todos os "empresários" de postos imediatamente tratam de subir o valor nas bombas, mas quando a Petrobras anuncia queda no preço, os mesmos "empresários" não repassam a queda do preço nas bombas.


Na região da Ibiapaba, a variação do valor no preço dos combustíveis devia chamar a atenção dos promotores de justiça. Uma publicidade do Posto Frota em Tianguá, anuncia o litro da gasolina comum a R$ 3,46. Entramos em contato com alguns colegas de imprensa em Tianguá que nos informaram que esse preço sofre pequenas variações de acordo com o posto. 

Contactamos um empresário do ramo que nos informou que o valor do frete de um litro da distribuidora até os postos da região gira em torno de R$ 0,07 (sete centavos) por litro. E nos disse também ser comum donos de postos se combinarem para vender os combustíveis ao mesmo valor impondo uma situação ao consumidos conhecida como CARTEL.

Cartel é um acordo explícito ou implícito entre concorrentes para, principalmente, fixação de preços ou cotas de produção, divisão de clientes e de mercados de atuação ou, por meio da ação coordenada entre os participantes, eliminar a concorrência e aumentar os preços dos produtos, obtendo maiores lucros, em prejuízo do bem-estar do consumidor.

A lei 8.884 de 1994 dispõe sobre a prevenção e repressão às infrações contra a ordem econômica no mercado brasileiro. Dessa forma a referida lei vem frear todas as atividades econômicas que impliquem na formação de CARTÉIS, trustes e holdings no mercado de serviços e produtos.

Impressiona o fato de dentro de uma mesma região, no caso a Ibiapaba, que é abastecida por distribuidoras de Fortaleza, tenhamos uma variação gritante no preço dos combustíveis e o Ministério Público não esteja percebendo isso. Enquanto em Tianguá o litro da gasolina comum é R$ 3,46, existem postos vendendo a R$ 4,29 a mesma gasolina comum. 

DIRETO DA REDAÇÃO POR CYRO LEOPOLDO

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.