SISTEMA DE DESSALINIZAÇÃO DEVE GERAR 15% DA ÁGUA CONSUMIDA EM FORTALEZA

O governador do Ceará, Camilo Santana, lançou nesta segunda-feira (13), o edital de solicitação para interessados para elaborar os estudos para o projeto de dessalinização da água do mar na Grande Fortaleza, que irá abastecer residências de Fortaleza. O objetivo, segundo Camilo, é que até cerca 15% da água consumida na capital cearense seja oriunda do mar.

Água do mar após retirada do sal deve suprir 15% da demanda de Fortaleza (Foto: Governo do Estado/Divulgação)

As empresas interessadas devem preparar e apresentar suas propostas no prazo máximo de até dois meses após a data da publicação oficial do edital, que será realizada na próxima terça-feira (14), no Diário Oficial do Estado.

O novo sistema deve dessalinizar 1m³ por segundo de água para a rede de abastecimento de Fortaleza. As etapas até a operação da obra são: análise das propostas pelo período de um mês, realização dos estudos pela empresa no prazo de 150 dias, e depois três anos no processo de estabelecimento da relação público-privada, projetos, construção e comissionamento da dessalinização.

"A planta envolve a geração de 1m³ por segundo, o que representa algo em torno de 12% a 15% do consumo de Fortaleza. É muita coisa. E a ideia é que isso seja modular, ou seja, fazermos essa primeira unidade e, ao longo do tempo, outras serem instaladas. Vamos trabalhar para buscar alternativas em médio e longo prazo para que o Estado possa ter outras fontes de água para o consumo humano", afirmou o governador.

O governador Camilo Santana destaca que a intenção do lançamento deste edital é atrair propostas e estudos para que se chegue da melhor forma ao objetivo da planta de dessalinização para a Região Metropolitana de Fortaleza. Ele revelou que, antes do lançamento da seleção, já surgiram empresas nacionais e internacionais interessadas na elaboração do projeto.

G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.