POUCAS CHUVAS NO CEARÁ NO DIA DE SÃO JOSÉ

O Dia de São José, padroeiro do Ceará, é de pouca chuva até a manhã deste domingo. O dia do santo, 19 de março, é auspicioso para a população que espera chuva no sertão cearense. Neste ano, devido à seca assola o estado há quase seis anos, as orações por pedido de chuva foram intensificadas entre os moradores do interior do estado. 


De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos, desde a madrugada, choveu em nove dos 184 municípios cearenses neste domingo. As maiores precipitações ocorreram em Tamboril (32 milímetros), Morada Nova (20) e Limoeiro do Norte (19 milímetros). 

O mês de março, no entanto, já acumula 153 milímetros de chuva em todo o estado, o mês mais chuvoso no Ceará desde 2015.

O número de regiões do Ceará afetadas por "seca excepcional", o nível mais severo, reduziu com as chuvas ocorridos em fevereiro no estado, 30% acima da média histórica. Até janeiro deste ano, toda a região Sul do Estado, Sertão Central e parte da região Norte enfrentavam a situação mais severa de seca.

O novo estudo divulgado Funceme mostra apenas uma parte do extremo sul do Ceará no nível mais crítico de estiagem.

As regiões Jaguaribana, onde estão localizados os açudes mais estratégicos para o abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza-RMF, além de Sertão Central e Inhamuns, estão com configuração de Seca Extrema, um nível abaixo do pior índice.

Já o Maciço de Baturité, Litoral do Pecém, Litoral de Fortaleza, e sul da Ibiapaba, estão com seca grave, segundo o Mapa do Monitor. A região mais privilegiada com precipitações, o Noroeste do Ceará, ficou caracterizada com Seca moderada.

G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.