POLICIA PRENDE QUADRILHA SUSPEITA DE ATAQUES A BANCOS NO CEARÁ

Uma quadrilha especializada em ataques a bancos e carros-fortes foi desarticulada durante uma operação conjunta das polícias Civil e Militar no Ceará. Ao todo, oito pessoas suspeitas de participação nos crimes foram presas e nove armas de fogo foram apreendidas. Dentre as armas está um fuzil automático usado pelo Exército da Argentina, capaz de furar carros blindados.


De acordo com o titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), delegado Raphael Vilarinho, que conduz as investigações, a operação que prendeu o bando durou cerca de 48 horas, entre a quinta (2) e a sexta-feira (3). Os criminosos, seis homens e duas mulheres, foram presos em Aracati, Fortim e Fortaleza. Um suspeito morreu durante confronto com a polícia.

Com o grupo, foram apreendidos um fuzil do Exército da Argentina, dois revólveres, uma espingarda e quatro pistolas, sendo duas de origem israelense e austríaca. Ainda foram apreendidas munição e drogas.

Conforme Vilarinho, a quadrilha é suspeita de atacar um banco no município de Itaiçaba, no dia 24 de janeiro; uma agência da Caixa Econômica Federal em Tamboril, no dia 10 de fevereiro; um carro-forte em Aracati, no dia 20 de fevereiro.

"Foi uma importante prisão para o estado do Ceará, já que trata-se de uma quadrilha extremamente perigosa e com alto poder bélico. Agora vamos continuar as investigações para identificar se esses criminosos participaram de outros ataques", comentou Vilarinho.

O delegado da DRF acrescentou que as investigações apontaram a participação de presos do sistema carcerário cearense na quadrilha. "Vamos continuar investigando e com certeza terão novas prisões", disse o delegado.

G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.