FALSO PADRE APLICA GOLPES NO COMERCIO E NA IGREJA

Um falso padre está aplicando golpes em igrejas e lojas de materiais de construção de Caçapava, Taubaté e Pindamonhangaba. Por telefone, ele faz compras nos comércios em nome dos templos, retira o material, mas não paga.


O último caso ocorreu no último dia 3 em Caçapava, quando o golpista fez uma compra em nome da Paróquia do bairro Vera Cruz.

"Um indivíduo ligou se passando por padre José, passou os dados da paróquia, que temos cadastrada aqui, que compra há muito tempo em nossa loja, e fez um pedido de R$ 8 mil em fios. Emitimos uma nota fiscal eletrônica, uma via vai automaticamente para a paróquia. De lá eles viram que tinha alguma coisa errada", disse o dono do depósito, Wilson Ferrari.

A Paróquia São Vicente, em Moreira César, também foi alvo do golpe. Homens se apresentaram como representantes da igreja e compraram em dois comércios de Pinda. Além delas, a Paróquia da Vila Aparecida, em Taubaté, também teve o nome utilizado para compras de material.

O assessor da Diocese de Taubaté, padre Cleber Rodrigues, disse que o golpe é aplicado sempre da mesma forma. "A pessoa se apresenta sempre como padre José, o contato é feito por telefone e ele solicita uma grande quantidade de material", contou.

"Fica esse alerta para os depósitos, que sempre mantenham o contato direto com o padre para justamente evitar essas situações", completou.

As vítimas de Pinda registraram o caso na polícia. "Essas pessoas receberam de alguma forma informações privilegiadas, porque agiram exatamente como a igreja costuma fazer a compra", disse o delegado seccional de Taubaté, José Antônio de Paiva. A pena para o crime de estelionato vai de um a cinco anos de prisão.

G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.