BARCO PIRATA APREENDIDO E CARGA TEM VALOR DE R$ 8 MILHÕES

O barco 'pirata' denominado Yate Cordeiro de Deus e a carga apreendidos na Praia de Parajuru, em Beberibe, podem custar até R$ 8 milhões, segundo estimativa feita pela Polícia, em operação realizada com a Receita Federal e a Marinha do Brasil. A reportagem do Diário do Nordeste acompanhou a tentativa dos órgãos de desencalhar a embarcação, ontem, durante o terceiro dia de trabalho neste sentido.

Image-0-Artigo-2211912-1

A carga, composta por 2,7 mil caixas grandes, que guardam aparentemente apenas cigarros, valeria cerca de R$ 6,75 milhões. Ou seja, cada caixa dessas têm um valor estimado de R$2,5 mil. Os produtos são de duas marcas estrangeiras, que teriam origem norte-americana e coreana. Já o barco custaria em torno de R$ 1,5 milhão.

As caixas começaram a ser retiradas no dia de ontem, quando PM, Receita Federal e Marinha saíram do Porto de Parajuru, com ajuda de duas embarcações nativas, atravessaram um canal e adentraram no barco 'pirata', que estava encalhado em um banco de areia, no encontro do mar com o canal. A reportagem acompanhou o trajeto.

Tentaram puxar o 'Yate Cordeiro de Deus' utilizando dois barcos menores de pescadores locais, até 14h, mas não conseguiram, por causa do peso da carga e da água que se acumulou dentro da embarcação. Então, decidiram descarregar as caixas nas outros barcos, e só assim o barco 'pirata' se movimentou. Entretanto, com a maré mais baixa, ele voltou a encalhar em outro banco de areia. Mas cerca de 350 caixas chegaram a ser retiradas e foram levadas até o caminhão da Receita, ontem à tarde.

Muitas caixas foram extraviadas por causa da água e cederam, permitindo visualizar o produto contrabandeado, que seria apenas cigarro, até o momento. No descarregamento, algumas unidades foram saqueadas por moradores da praia.

DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.