RELATÓRIO DO CNJ APONTA QUE 66,9% DOS PRESOS NO CEARÁ SÃO PROVISÓRIOS

Um relatório do Conselho Nacional de Justiça, ao qual a GloboNews e o G1 tiveram acesso, apontou que de cada três presos do Sistema Penitenciário do Ceará, dois são provisórios. Conforme o CNJ, 66,9% dos detentos no estado estão aguardando julgamento.

Ceará é o terceiro estado com mais presos provisórios no país (Foto: CNJ/Divulgação)
O Ceará é o terceiro estado brasileiro com maior proporção de presos provisórios, ficando atrás apenas de Sergipe (82%) e Alagoas (80,9%). No mais recente balanço da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), repassado na segunda-feira (20), o estado possuía 12.187 presos provisórios. A capacidade prisional do Ceará é de 12 mil pessoas.

De acordo com o Conselho Nacional de Justiça, os presos provisórios ficam detidos no país, em média, 368 dias. No total, segundo o parecer do CNJ, o país tem atualmente 654.372 pessoas presas. Desse total, 433.318 já foram condenadas (66,2%), enquanto 221.054 (33,7%) estão em situação provisória.

Ainda de acordo com o relatório do CNJ, a maior parte dos presos provisórios está detida pelos seguintes crimes: tráfico de drogas (29%); roubo (26%); homicídio (8%); furto (7%) e receptação (4%).

O relatório elaborado pelo CNJ tem como objetivo apresentar informações que ajudem na elaboração de planos de ação para acelerar processos de réus presos. O documento foi elaborado a pedido da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Carmem Lúcia.

G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.