POLICIA PRENDEU O GORDINHO DO TEST DRIVE, SUSPEITO DE FURTAR 14 VEÍCULOS

Um homem suspeito de furtar, pelo menos, 14 veículos foi preso no último sábado (18), em uma churrascaria localizada no bairro Conjunto Esperança. Leandro Oliveira Leite, o 'Gordinho do Test Drive', é responsável por aplicar golpes em funcionários de concessionárias ou revendedoras de veículos e também em vendedores particulares de automóveis, de acordo com a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC).

Image-0-Artigo-2205916-1

O esquema estava sendo investigado pela Polícia, através da 'Operação Test Drive', desde dezembro. Junto com Leandro, foram presos Emerson Costa Antônio e Janderson Melo da Silva, que seriam cúmplices dele. O trio responderá por associação criminosa armada e nas combinações cabíveis da Lei das Organizações Criminosas.

As investigações apontam que a principal estratégia de Leandro era alegar que o veículo estava com problemas, por exemplo, que a placa do carro estava batendo no para-choque ou que o pneu do automóvel estava com alguma falha. Assim que o funcionário descia do carro para verificar o suposto defeito, Leandro fugia com o veículo.

Após a evasão, havia dois caminhos possíveis para o automóvel: o primeiro era encaminhar o veículo para um desmanche, localizado na Avenida Augusto dos Anjos, no bairro Bonsucesso.

Receptador

Leandro Oliveira recebia, por cada carro, cerca de R$ 1.100, segundo a DRFVC. O principal receptador era João Saldanha de Pontes, que segue foragido.

A segunda estratégia era vender o veículo para pessoas indicadas por outros criminosos, com a ajuda de seus comparsas, que também são acusados de realizarem assaltos à mão armada. O delegado Fernando Cavalcante, titular da DRFVC, explicou, em entrevista coletiva concedida na tarde de ontem, como funcionava a negociação.

"Havia veículos que eram encomendados por pessoas que estão dentro do presídio. Os detentos compravam e mandavam entregar a outras pessoas aqui fora para cometer delitos, como assaltos e tráfico de drogas", afirma Fernando Cavalcante. Os suspeitos não apontaram quem eram os responsáveis por solicitar a compra dos veículos.

DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.